terça-feira, 19 de abril de 2016

Votar para mudar

O padrão criado pelo PT para se fazer política no Brasil, é o da "desconstrução da imagem do adversário", da ameaça da perda do Bolsa Família, caso eles saiam do poder, é a cultura do ódio (que depois eles reclamam nos outros), a acusação dos erros dos outros, para tentar justificar os próprios erros (ex.: vejam, o Cunha tem conta na Suíça e eu não tenho), além de compra de votos, negociatas de cargos e ministérios, a pretexto de compor para governar (loteamento da máquina pública, mesmo), pedaladas fiscais (que é sim, crime de responsabilidade), que resultaram no maior crime de estelionato eleitoral da história.

É evidente, que o Cunha, Renan, Temer, Aécio, alguns que nem vale a pena terem seus nomes citados (ou porque cospem demais, ou porque defendem ditadura militar e preconceito de toda sorte), não são flor que se cheire, mas também é óbvio, que Dilma, Lula, Zé Dirceu e outros, também são farinha do mesmo saco.

Mas, a culpa não é só deles. Você se lembra em quem votou para vereador, deputado estadual, deputado federal, prefeito, governador, senador e até presidente?
Você sabe o que o candidato, que você ajudou a eleger, fez nos últimos meses (nem vou perguntar, anos), ou na semana passada?

Na minha opinião, há sim crime de responsabilidade em várias ações da presidente (nas omissões, também), mas como este processo é fundamentalmente político (aqui e em qualquer lugar do mundo), a presidente e seu partido, estão pagando o preço pela arrogância, pelo desprezo aos aliados e à nação. Estão pagando o preço pela soberba e ambição ao julgarem, que o Brasil seria agora propriedade deles. A votação deste domingo, foi um espetáculo deprimente, em que foi jogado na nossa cara, toda falta de compromisso, responsabilidade e conhecimento básico, mínimo, a respeito do Brasil e dos candidatos a nossos representantes. Por isso perguntei anteriormente, se você se lembra em quem votou, ou se acompanhou suas ações. NOSSO PARLAMENTO É DE DAR VERGONHA.

É preciso retirar a presidente do governo, mas é muito importante termos em mente, que a única esperança de solução para o Brasil, começará numa mudança radical de postura da nossa parte, na hora do voto.

É preciso terminar a faxina mais pesada, mas se não mudarmos nós, eleitores brasileiros, corremos um sério risco de: daqui a vinte e quatro anos (Collor 92), ou menos, estarmos passando pela mesma situação, de ter que suportar um trauma dessa proporção.

O povo brasileiro não aguenta mais, porém, não tiremos o nosso da reta.

VOTAR PARA MUDAR

VIVA O BRASIL!



Anjo 45


sexta-feira, 15 de abril de 2016

Como penso


Não podemos perder a oportunidade (pra minha geração, mais uma), de aprender sobre democracia, estado de direito, processo político e jurídico. Temos que aprender sobre o princípio do contraditório, sobre aceitar democraticamente um resultado de eleição, impeachment, ou vitória de qualquer ordem e por maioria, de um grupo de pensamento diferente do nosso.

Acompanho com paixão pelo Brasil e pelas minhas convicções, tudo que posso, a respeito da política no nosso país, porque é a política que desenha o que podemos esperar do futuro.

Desde a campanha de 2014, acompanhei debates acalorados pelas redes sociais e muito embora, eu não tenha sido contemplado com a eleição do meu candidato à presidência, aceitei democraticamente o resultado das urnas e graças a Deus, não perdi um amigo sequer por causa de posição política, porque o outro tem direito a suas convicções e o pensamento é livre. No mesmo tom, devemos aproveitar este momento, para amadurecermos um pouco mais, politicamente.

Não importa o resultado disso tudo, o que realmente importa, é o Brasil e principalmente o povo brasileiro. Tenho minhas convicções sim e as tenho externado (principalmente no Twitter), mas tenho consciência de que o resultado de todo esse processo, ainda que contrário às minhas convicções, deverá ser por mim respeitado, como também por todos os brasileiros.

A votação em curso na Câmara dos Deputados, para decidir se envia ou não o pedido de instauração de processo de impedimento da presidente, está absolutamente dentro da lei e da normalidade e cabe lembrar uma vez mais, que este processo é político, mas que só será referendado, com embasamento jurídico.

Meus amigos, não percamos a oportunidade de exercermos nosso direito, de manifestarmos nosso pensamento, mas sobretudo, de respeitarmos as diferenças. Não há o que questionar quanto ao processo de discussão legitimamente iniciado no congresso e a afirmação de que "é golpe", faz parte da estratégia do governo, para tentar desconstruir a convicção da maioria incontestável da população brasileira.

Mas, na noite de ontem, uma vez mais o STF referendou o rito em andamento, o que de novo reforça a legitimidade da discussão na Câmara e de uma eventual instalação de processo de impedimento, no Senado.

A todos nós brasileiros, um excelente final de semana e que vença a democracia.

VIVA O BRASIL!



Anjo 45


quinta-feira, 14 de abril de 2016

Satisfação?


Não temos responsabilidade alguma pelo que falam da gente, muito menos ter que dar resposta. Somos responsáveis somente pelo que dizemos e daí sim, devemos satisfação a Deus

Anjo 45

domingo, 10 de abril de 2016

Multimídia, eu?


Como sempre tive múltiplos interesses, aprendi a fazer um pouco de tudo, mas não sei fazer tudo, de absolutamente nada



Anjo 45


Estupidez




Ontem tive muita vontade de dizer isto para uma pessoa, mas o pior cego é aquele que pensa que vê



Anjo 45



Ócio


Digam o que quiserem, mas não há nada melhor do que não ter absolutamente nada pra fazer, nem pensar.

Sou apaixonado pelo ócio e o sedentarismo, mas sempre acabo arrumando alguma coisa pra fazer e pior, quando não tenho problema, invento um.

Deve ser normal, ser neurótico


Anjo  45


sexta-feira, 8 de abril de 2016

Cuidado com vice


Por absoluta falta do que fazer, fiquei aqui pensando, que malandro é o PMDB, que diz que aceita ser vice para compor chapa e ganha a presidência.

Vide Tancredo que deixou pro Sarney, Collor que deixou pro Itamar. Dilma, sei não, mas acho que o histórico não lhe é favorável.


Anjo 45